CONHEÇA NOSSO BLOG
06Jan
cães podem comer sal

Cães podem comer sal? Veja o que o Chef Bob diz sobre isso!

Compartilhe!

Olá, amigo humano! Aqui é o Bob de novo! Hoje, irei tratar de um assunto um tanto quanto gostoso: comidas salgadas. Afinal, muitos papais vêm me perguntar se os seus cães podem comer sal. É sobre isso que vou falar neste artigo!

Eu sei que nós, doguinhos, adoramos uma comidinha com sal. Mas será que esse tempero faz bem para a nossa saúde? Vou esclarecer esse assunto de uma vez por todas para vocês. Acompanhe!

Afinal, cães podem comer sal? Descubra agora!

A alimentação dos pets deve ser tão balanceada quanto a dos humanos, sabia? Nosso metabolismo é diferente do de vocês, humanos, mas ainda sim precisamos de uma boa nutrição. Nesse sentido, é permitido incluir os temperos, como o sal, como parte fundamental da nossa dieta.

Então, meu caro amigo, respondendo à pergunta principal dessa conversa: sim, os cães podem comer sal. No entanto, é bom frisar que a ingestão de sal deve ser feita de forma moderada, sem exageros! O mais indicado é incluir o ingrediente em baixas quantidades no plano de alimentação natural para os pets.

Benefícios do sal para os cães

Uhul! Nós, doguinhos, podemos comer sal. Que delícia!

Confira os benefícios desse ingrediente para a nossa saúde:

  • ajuda na absorção de nutrientes;
  • garante o bom funcionamento do organismo;
  • colabora nas contrações musculares;
  • equilibra os fluidos e eletrólitos.

A quantidade correta de sódio mantém o funcionamento dos sistemas e órgãos do seu cãozinho em perfeita harmonia. Nós, doguinhos, precisamos ingerir um nível adequado de sal para que continuemos saudáveis e fortes.

Perigos do excesso de sal

Atenção, papais! Como eu já disse, os cães podem comer sal, mas com moderação!

O excesso de sódio no nosso organismo pode causar o que chamamos de intoxicação por sal. Esse problema surge quando o cão ingere uma quantidade excessiva de sódio e pode, inclusive, levá-lo à morte. Os principais sintomas são:

  • sede e micção excessivas;
  • cansaço;
  • vômito;
  • diarreia;
  • músculos rígidos;
  • estômago inchado;
  • tremores e convulsões.

Se você percebeu algum desses sintomas no seu cãozinho, procure imediatamente um veterinário. O profissional saberá exatamente como reduzir os níveis de sal no corpinho do seu pet e poderá evitar que o pior aconteça!

Além da intoxicação, outras doenças podem acometer seu aumigo caso ele consuma quantidades exacerbadas de sódio. Por exemplo: problemas renais, hipertensão, inchaço, doenças de pele, entre outras.

Como incluir o sal na alimentação canina?

Agora que você sabe os benefícios e riscos do sal para os cães, é preciso entender como incluir este ingrediente na dieta do seu pet. Confira as minhas dicas:

1- Não ofereça alimentos humanos ao seu pet

Jamais ofereça as comidas salgadas que você, papai ou mamãe, está acostumado a comer ao seu doguinho. Nada de salgadinho, batata frita, hambúrguer ou outros petiscos. Esses alimentos possuem um teor de sódio além do que podemos ingerir e fazem muito mal ao nosso organismo!

2- Leia sempre os rótulos dos produtos

Antes de oferecer qualquer alimento ao seu cãozinho, cheque todas as informações contidas na embalagem. Verifique a quantidade de sódio e cloro contidas no produto e fique atento para não exagerar na porção. Alguns veterinários dizem que a quantidade máxima que os cães podem ingerir de sal é 0,03 mg por dia.

3- Consulte um veterinário

Todo cão deve ser avaliado por um veterinário antes de começar a ingerir alimentos que contenham sal. O profissional avalia caso a caso para indicar a quantidade certa de sódio para cada doguinho. Um cão cardíaco ou com gastrite, por exemplo, precisa moderar na quantidade de tempero. Procure sempre ajuda de um profissional!

4- Dê preferência ao sal rosa do Himalaia

O sal rosa do Himalaia é uma ótima alternativa ao uso do tradicional sal de cozinha na alimentação dos cães. Esse tempero é considerado o sal mais puro do planeta e oferece muitos benefícios para nós doguinhos. Por exemplo: aumenta nossa energia, conserva o sabor natural dos alimentos e contribui para a desintoxicação.

Existe um artigo completo sobre os benefícios desse ingrediente no meu blog. Confira neste link!

A alimentação natural é o melhor caminho para seu pet

Os cães podem comer sal, ok. Mas você sabia que a ração industrializada não é a melhor fonte desse tempero? No lugar dela, é muito mais vantajoso optar pela alimentação natural. Essa dieta é feita à base de proteínas e nutrientes importantíssimos para a saúde do seu aumigo.

O cardápio natural é complementado com sal na medida certa para fornecer todos os benefícios desse tempero ao seu doguinho. Eu e minha equipe montamos planos de dietas específicos para cada cãozinho. Tenho certeza que seu aumigo irá amar! Entre em contato conosco e peça já as nossas comidinhas!

Gostou do conteúdo? No meu blog você encontra outros artigos sobre o assunto:

Até a próxima!
Muitos lambeijos.

Posts Recentes Tags