CONHEÇA NOSSO BLOG
31Ago
cão com doença do carrapato

Cão com doença do carrapato? Descubra o que fazer!

Compartilhe!

Oi amigo humano, tudo bem? Aqui é o Bob! No meu blog, a mamãe já falou sobre como controlar pulgas e carrapatos (https://www.chefbob.com.br/como-controlar) nos pets. Mas hoje, eu venho tratar de um assunto um pouco mais sério: cão com doença do carrapato.

Eu tenho um aumigo, o Sansão, que ficou muito mal por causa dessa doença. Ele não conseguia brincar, teve febre, sangramentos e alguns outros sintomas que me deixaram com muito medo de pegar. Mas aí, o papai e a mamãe me disseram que existem alguns cuidados que podem prevenir de me deixar dodói. Ah, o Sansão ficou bem, tá? Agora a gente corre muito no gramado e o tio da clínica veterinária ensinou os papais dele as formas de prevenção também.

Hoje, eu vou te ensinar o que fazer se o seu amigo catioro estiver doente. Vem comigo!

O que é a doença do carrapato

Muitos humanos não sabem, mas a doença do carrapato pode ser transmitida de duas formas. Você sabia disso? Apesar disso, ambos os modos são transmitidos pela mesma espécie, o Rhipicephalus sanguineus, também conhecido como carrapato marrom.

Independentemente de qual a forma de contágio, a atuação da doença no organismo do cãozinho ocorre de forma similar: atacando as células de defesa e afetando órgãos vitais, podendo levar seu amiguinho à morte.

Tipos

1. Erliquiose: é uma infecção bacteriana. Ela destrói os glóbulos brancos do cão com doença do carrapato.
2. Babesiose: é causada por um protozoário (Babesia ssp) e, ao contrário da anterior, atua destruindo os glóbulos vermelhos do organismo do animalzinho.

Sintomas

No início, a doença do carrapato é conhecida como aguda. Quando ela se desenvolve bastante, fica conhecida como crônica e é um sinal que o cão com doença do carrapato precisará de tratamentos para o resto da vida, provavelmente.

Sintomas da erliquiose

  • Fase aguda: febre, falta de apetite, apatia, perda de peso.
  • Fase crônica: os mesmos sintomas relatados acima, só que de forma muito mais grave.

Sintomas da babesiose

  • Fase aguda: febre, fraqueza, falta de apetite. Sintomas muito parecidos com a erquiliose.
  • Fase crônica: nesse caso, os sintomas são muito mais graves. Anemia, mucosas amareladas ou pálidas e insuficiência renal aguda. Caso o cão com doença do carrapato não consiga urinar, também pode ter sintomas de intoxicação, como tontura e desorientação.

Como tratar o cão com doença do carrapato

Quanto mais cedo você conseguir reparar os sintomas citados acima e correr com o seu amiguinho para o tio veterinário, maiores as chances de ele se curar completamente. Por isso, ao menor sinal, leve o cãozinho a uma clínica para fazer exames laboratoriais e diagnosticar se é a doença e, caso seja positivo, qual o tipo e o estágio.

Quando tudo isso é identificado, o tratamento é feito com antibióticos e, em casos muito graves, a transfusão de sangue pode ser uma indicação. Feito isso, identifique onde está o foco e, se ele estiver dentro de casa, elimine-o imediatamente. Também verifique se os outros animais da casa não apresentam infestação do parasita e leve-os para exames, de forma preventiva.

Formas de prevenção

A melhor maneira de prevenir que o seu cãozinho pegue a doença é evitando locais que possuem carrapatos. Quando isso geralmente não é possível, o ideal é pegar a indicação de um tio veterinário de qual remedinho usar para prevenir que esses chatos cheguem perto de nós. Eu, por exemplo, tomo um que o tio indicou de 3 em 3 meses.

Além disso, outras formas de prevenção são:

  • manter uma rotina de banho, para manter a pele do meu aumigo limpa, e usar xampus carrapaticidas;
  • limpar o ambiente frequentemente, para evitar focos do parasita;
  • cortar a grama, no caso do local onde você vive ter quintal;
  • sempre olhar o pelo do cachorrinho quando ele voltar do pet shop ou de algum passeio;
  • ter uma alimentação balanceada, fortalecendo o sistema imunológico.

Falando em alimentação, sabia que eu sou um chef de cozinha renomado? Também sou especialista em comida natural para cães. Então se você quiser melhorar a saúde do seu cãopanheiro, dá uma espiada no meu cardápio de alimentação natural e peça agora mesmo pelo WhatsApp!

No meu blog, eu te dou outras dicas sobre saúde e bem-estar dos meus aumigosl. Não deixe de conferir:

Posts Recentes Tags