cão que come cocô triste em casa
Publicado em 26 de outubro de 2020

Seu cão come cocô? Veja como acabar com esse hábito!

Compartilhe!

Fala amigo, humano! Tudo beleza? Aqui quem fala é o Bob!
Eu e Rodolfo, meu aumigo, estávamos em uma conversa sobre a situação de um colega nosso. A mamãe dele contou para minha mãe que o Floquinho está comendo as próprias fezes. Isso não trata-se apenas de um hábito, você sabia? Pode ser um grande indício de que algo não vai bem com o cãozinho. Estou bastante preocupado com ele.
O seu cão come cocô? Então continue a leitura para saber o que fazer para acabar com essa atitude!

Quais são as causas para a coprofagia em cães?

A coprofagia em cães é o nome científico para o hábito do cão comer cocô. As causas podem ser baseadas em questões comportamentais e fisiológicas. Abaixo, separei essas classificações. Veja.

Causas fisiológicas

A autocoprofagia canina é entendida como de origem fisiológica, principalmente, quando está atrelada à má nutrição do animalzinho. Dito isso, se o seu cãozinho estiver em uma dieta inadequada ou caso esteja sendo alimentado de forma muito restritiva, é provável que ele possa desenvolver essa alteração de comportamento alimentar. Afinal, a polifagia, condição que caracteriza o excesso de apetite, pode surgir nessas duas situações.

A má absorção de nutrientes em decorrência de doenças no trato intestinal também deve ser levada em conta. Neste caso, a detecção da disfunção deverá ser feita por um profissional veterinário.

Causas comportamentais

Se seu cão come cocô, existem causas comportamentais que podem explicar isso. Listamos algumas a seguir:

  • submissão: o doguinho pode comer as próprias fezes para demonstrar submissão a outro cãozinho que viva no mesmo lar;
  • ansiedade: estresse ou ansiedade também provocam a coprofagia em cães;
  • período pós-parto: as fêmeas durante o pós-parto costumam comer as próprias fezes para deixar o ambiente limpo;
  • busca por companhia: o doguinho pode comer as próprias fezes para chamar sua atenção.

O que fazer se o seu cão come cocô?

Depois de já ter identificado as causas da coprofagia no seu cãozinho, você poderá saber qual das ações abaixos pode ser útil. Por isso, é importante que fique atento aos hábitos ligados a esse problema.

Veja as dicas que separei abaixo.

1- Viu que ele defecou? Recolha as fezes!

Bom, se o seu cãozinho já está comendo fezes e isso não lhe parece agradável, não marque bobeira. Sempre retire as fezes do animalzinho e deixe o ambiente limpo. Essa ação pode ajudar seu cão que come cocô a se controlar.

2- Conceda-o mais atenção!

Às vezes tudo o que seu cãozinho mais quer é iniciar uma brincadeira. Sendo assim, conceda-o mais atenção. Leve-o para passear e esteja mais presente.

3- Disponibilize a alimentação adequada

Manter um bom índice nutricional é fundamental para tratar a coprofagia em cães. Devido a isso, não hesite em oferecer uma dieta completamente balanceada e de acordo com as necessidades do seu cãozinho.

Fale com o Chef Bob para encontrar a alimentação natural ideal!

A alimentação natural para cãezinhos é compreendida como a de maior potencial nutritivo. Então, se o seu cão come cocô, saiba que ela é capaz de tratar diversas doenças e, também, a coprofagia em cães.
Eu separei um cardápio natural que segue à risca as orientações feitas por um profissional veterinário.

Inicie a reeducação alimentar do seu cãozinho! Entre em contato conosco para saber as condições que disponibilizamos.

Meu blog tem vários artigos interessantes com temas semelhantes a este. Leia:

Muitos lambeijos! Até a próxima.