CONHEÇA NOSSO BLOG
31Ago
dicas de adestramento

Dicas de adestramento sem complicações: confira 5!

Compartilhe!

Olá amigo humano, tudo bem? Aqui quem fala é o Bob. Ontem passando pelo parque com a mamãe e o papai, notei um “aumigo” tendo dificuldades para entender os comandos de adestramento. Ele só abanava o rabo, mas não sentava e nem rolava. Eu como o bom doguinho que sou, fui mostrá-lo como se faz e ele enfim começou a entender os truques. Muitos donos de pets acham que o adestrar o animalzinho serve apenas para que ele obedeça. Mas não é só isso! Também melhora nossa qualidade de vida, diminui o estresse e ajuda na convivência com humanos e outros animais. Quer algumas dicas de adestramento que você pode fazer em casa? Continua lendo meu “autigo”!

Erros mais comuns

Antes de dar as dicas de adestramento, eu quero falar sobre os erros mais comuns cometidos pelos papais durante o processo, quando não contam com a ajuda daquele tio que parece ter o poder de hipnotizar a gente, o “audestrador”. Eu fiz uma lista!

1. Querer mudanças muito rápidas

A gente é rápido comendo petiscos, mas isso não quer dizer que iremos aprender os comandos da noite pro dia! Tenha paciência com o seu amiguinho!

2. Brigas e punições

Você consegue aprender alguma coisa quando tá com medo? A gente também não! Se quem a gente mais ama briga, xinga ou usa a força quando não conseguimos obedecer um comando, podemos ficar traumatizados e aprendizado fica ainda mais difícil.

3. Culpar o doguinho

Na maioria das vezes, você que não consegue adequar seus métodos de ensino ao seu animalzinho. Ele não vai aprender de primeira! Perceba o que funciona e foque nos acertos e não nos erros.

4. Não dizer os comandos claramente

Se em um dia você diz “senta” e no outro diz “quero que você sente”, o meu aumigo pode ficar confuso! O ideal é que os comandos sejam de uma palavra só e bem claros, como “senta”, “deita” e “rola”.

5 dicas de adestramento para fazer em casa!

1. Comece desde filhote

Quando o doguinho é filhote, ele tem a facilidade de aprender as coisas mais rápido. Mas, calma! Aquele meu aumigo idoso também pode ser adestrado, só que vai demorar um pouco mais de tempo e exigir mais paciência.

2. Foque no reforço positivo

Já falei aqui sobre o fato dos erros serem normais durante o processo. Porém, quando o doguinho acertar, comemore com ele, faça carinho, diga frases como “muito bem”, para ele entender que agiu corretamente e fez algo bom. Nada melhor do que ver nossos papais felizes.

3. Faça todo dia

Apesar das minhas dicas de adestramento serem muitos boas, ele deve ser um hábito para ter o efeito desejado. Não adianta fazer uma vez por semana, provavelmente o seu pet já vai ter esquecido o que aprendeu. Portanto, o ideal é todo dia, por um tempo de mais ou menos 15 min, em um local sem distrações.

4. Ensine truques simples

Titios, não adianta querer que o seu doguinho dê um mortal pra trás com 15 dias de treino, ok? Se concentre em ensinar primeiro os truques simples, como:

  • ficar;
  • sentar;
  • deitar;
  • dar a pata;
  • rolar;
  • fingir de morto.

Foque em ensinar um de cada vez! Pode ser nessa ordem mesmo. Quando o aprendizado de um estiver completo, você foca no próximo.

5. Dê recompensas

O nosso número cinco entre as dicas de adestramento são as recompensas. Quando o seu amigo acertar o truque, dê um petisco a ele. Mas, vou te dar uma dica: aqueles industrializados podem fazer muito mal pro nosso corpinho. O ideal é investir em petiscos naturais. São muito mais saborosos e fazem bem para saúde.

Mas aí você fala: “Bob, eu não sei onde vende isso”. Eu vendo! Você ainda não sabe que eu sou um Chef renomado? No meu cardápio de alimentação natural para cães, você encontra 4 variedades de petiscos que podem ser utilizados no adestramento. São eles:

  • Bob Beef, feito com carne Bovina, óleo de Coco, ovo, farinha de Arroz e gengibre;
  • Bob Zen, feito com banana, flocos de aveia, mel, óleo de coco, canela, ovo, farinha de arroz e camomila;
  • Bob Relax, feito com banana, flocos de aveia, mel, óleo de coco, canela, ovo, farinha de arroz e erva doce;
  • Frangolícia, feito com farinha de arroz, peito de frango, ovo, óleo de coco, alecrim e tomilho.

Se você quiser, peça agora mesmo pelo meu WhatsApp! É só clicar no link.

Gostou do meu “autigo”? No meu blog eu, mamãe e papai damos dicas legais sobre vários assuntos! Vai lá conferir:

Posts Recentes Tags