CONHEÇA NOSSO BLOG
29Out
Dicas para o seu gatinho doente não recusar alimentação.

Gatinho doente: como fazê-lo não recusar a alimentação?

Compartilhe!

Olá, amigo humano. Tudo na paz? Aqui é o Bob!
Hoje, a pauta é coisa séria! Outro dia a Charlotte, gatinha da minha vizinha, apareceu desmaiada aqui na calçada da minha casa. Isso aconteceu porque ela estava doente e se recusava a comer qualquer coisa que a dona Vera lhe dava. Foi um sufoco. Agora, ela já está se recuperando para felicidade de todos.
Como um bom especialista no assunto de comidinhas naturais para pets, eu jamais poderia deixar de falar sobre isso. Neste artigo, aponto algumas dicas importantes para que você saiba como lidar com seu gatinho doente. Aprenda a driblar essa resistência à alimentação com algumas práticas interessantes. Confira!

Como lidar com a alimentação de um gatinho doente? 5 dicas!

Dica 1: Marque uma consulta com o veterinário

Se o seu gatinho doente já não se alimenta há mais de um dia, marcar uma consulta com o veterinário é fundamental. Tudo começa com o direcionamento desse profissional.

O veterinário poderá fazer um exame no gatinho e averiguar qual é o problema que está levando-o a ter esse comportamento. Além disso, ao examiná-lo também poderá conceder orientações a você, papai ou mamãe, de como tratá-lo em casa.

Não despreze a ida ao veterinário.

Dica 2: Reforce a hidratação

A condição climática é algo que afeta os gatinhos. Por isso, se notar que o seu está cabisbaixo, sem querer muita brincadeira, durante períodos de muito calor, ofereça-o mais água.

A água dos gatinhos deve ser fresca. Caso ele se negue a bebê-la, aplique-a com seringa na boca dele. Isso impede que ele fique desidratado.

Vale lembrar: a água é um ótimo estimulante para aumentar o apetite.

Dica 3: Mantenha-o confortável

Outra coisa bem legal é deixar o gatinho doente confortável. Você deve deixá-lo o mais confortável possível para que a recuperação seja feita de forma mais rápida. Ofereça-o local aconchegante onde possa descansar.

Dica 4: Aposte em alimentos macios e úmidos

Quanto mais macios e úmidos forem os alimentos que você oferecer para seu gatinho doente, maior será a probabilidade de aceitação deles. Isso é afirmado pela possibilidade de existir dificuldade de mastigar. Nesse caso, tais alimentos serão úteis.

Alimentos macios e úmidos têm propriedades que tornam a comida mais apetitosa.

Dica 5: Fique de olho nas propriedades dos alimentos

A dica 5 complementa a dica 4. O ideal é que os alimentos macios e úmidos tenham a concentração de vitaminas e minerais que seu gatinho precisa para recuperar-se mais rápido. Neste sentido, a alimentação natural aparece como uma boa opção por ser ter componentes capazes de fortalecer a imunidade dos pets.

Conceda alimentação natural ao seu gatinho doente!

Gostou das dicas para tratar seu gatinho doente? Alimentação é a chave para uma recuperação rápida. Com o Chef Bob, o cardápio natural do seu amigo pode ser feito de acordo com as recomendações do veterinário. Temos diversas opções!
Entre em contato conosco para tirar dúvidas e fazer um orçamento!

Continue lendo mais artigos como este no meu blog. Encontre:

Muitos lambeijos! Até a próxima.

Posts Recentes Tags