CONHEÇA NOSSO BLOG
28Maio
Na imagem vemos um cão desanimado com gripe canina

Gripe canina: veja um guia completo sobre essa doença!

Compartilhe!

Oi, amigo humano! Tudo beleza? Aqui é o Bob!
Então, ontem eu estava indo dormir e lembrei de um aumigo, o Lucky. Ele é um maltês daqueles bem bonitões e charmosos, sabe? Infelizmente foi diagnosticado com gripe canina na semana passada. Agora, graças audeus, os papais dele já estão fazendo o tratamento da doença e em breve ele estará junto com os nossos outros aumiguinhos. Ciente da importância de falar sobre esse assunto, preparei este artigo para que você possa saber se seu doguinho também tem sofrido com essa enfermidade. No final, veja como posso te ajudar!

Gripe canina: sintomas, diagnóstico, tratamento e prevenção!

A gripe canina é uma doença que costuma acometer os cães durante os períodos frios. Por isso, o inverno é a estação onde ela se faz mais comum entre os pets. Afinal, nós ficamos tão suscetíveis quanto vocês, humanos, às mudanças climáticas.

O contágio pode acontecer em decorrência do contato com outros cãezinhos infectados. No entanto, depois de um tempo, com o tratamento adequado, assim como os papais do Lucky têm feito, a gripe chega ao fim.

Sendo assim, embora a gripe canina não seja letal, ela precisa ser levada tão a sério quanto as outras doenças. Logo, para que você saiba como reconhecê-la, tratá-la e preveni-la, deixei abaixo todas as informações mais importantes. Confira!

Sintomas

Os sintomas dessa enfermidade são muito semelhantes aos apresentados na gripe humana. Eles são:

  • tosse seca;
  • apatia;
  • coriza;
  • febre;
  • perda de apetite;
  • olhos lacrimejantes.

Lembre-se, papai ou mamãe, que o seu doguinho não precisa apresentar todos os sintomas dessa lista para estar com gripe, certo?

Por conta da tosse seca de forma contínua, alguns pets podem até vomitar a comida. Fique atento a isso também!

Diagnóstico

O diagnóstico da gripe canina deve ser feito por um profissional veterinário. Ele pode conversar com você, tutor, para colher informações sobre a rotina do animalzinho e como ele tem se comportado nos dias anteriores à consulta. Depois disso, com a realização de exames físicos e laboratoriais, como a análise de urina e fezes, o veterinário completa o diagnóstico.

Tratamento

Uma vez que o diagnóstico da doença é feito pelo veterinário, ele pode recomendar a adoção de algumas medidas para o tratamento. Em geral, elas aliam o uso de medicamentos com os estímulos de reforço de imunidade. Logo, o cãozinho deve:

Atenção!

No caso de cães filhotes ou idosos, a gripe canina pode evoluir para pneumonia quando os tratamentos indicados não são considerados. Então, busque manter o máximo cuidado!

Prevenções

Por fim, as prevenções são:

  • manter a vacinação em dia;
  • levar o cãozinho ao veterinário de forma periódica;
  • incentivar seu pet a beber água;
  • tornar a alimentação saudável indispensável na rotina.

Cuide do seu cãozinho com a alimentação natural do Chef Bob!

Como você viu, reforçar a imunidade do seu cãozinho no período de frio é essencial para mantê-lo distante de doenças! Sendo assim, não deixe de conferir as opções que estão no meu cardápio. Elas contam com as vitaminas e nutrientes que ele precisa para ficar bem forte! Entre em contato para tirar dúvidas ou solicitar um orçamento!

Muitos lambeijos! Até a próxima!

 

Posts RecentesTags