Sendo protagonista na alimentação de cães e gatos doentes - Chef Bob

Sendo protagonista na alimentação de cães e gatos doentes

//Sendo protagonista na alimentação de cães e gatos doentes

Sendo protagonista na alimentação de cães e gatos doentes

A Alimentação Natural para cães e gatos é uma tendência em forte expansão no mundo pet e conseguiu fazer um reboliço em diversos aspectos no mercado de Petfood tradicional. No meu ponto visto, o principal impacto foi um maior engajamento de veterinários e tutores no que o pet se alimenta, principalmente para dietas terapêuticas.

No mercado de ração seca terapêutica, o veterinário tem um papel secundário na alimentação, pois ele indica o alimento que já foi previamente prescrito, ou seja, as receitas das rações secas já estão prontas, pois foram formuladas por especialistas em centros de pesquisas.

O grande problema de ter produtos prontos (principalmente as rações terapêuticas) é que não se consegue atender de maneira individualizadacom máxima eficiência. As rações terapêuticas prontas, foram formuladas para atender uma determinada faixa de doenças, porém quando um cão ou gato tem um problema, ele apresenta um quadro clínico diverso e muitas vezes complexo e a indústria não tem flexibilidade para trabalhar nesse nível de detalhe. Soma-se o fato de que o peludo precisa gostar, e não é raro ele nem tocar nessa ração medicinal destinada a ele. O tutor diante dessas dificuldades cria mil artifícios para esse pet se alimentar adequadamente. Muitas vezes fazendo coisas inapropriadas.

No caso da Alimentação Natural o processo é dinâmico, pois o veterinário tem acesso aos exames clínicos daquele animal e formula uma receita com base nas necessidades individualizadas.  O tutor, com a receita em mãos, consegue fazer o alimento em casa de maneira eficiente.

No decorrer do tempo, através de acompanhamento clínico, o veterinário rapidamente consegue ajustar as receitas para que esse animal tenha uma máxima eficiência nutricional e tenha prazer em se alimentar.

Esse protagonismo que o veterinário clínico adquire na formulação do alimento, e o tutor na preparação da comida, faz com que o tratamento seja muito mais eficiente pois aumenta a conexão entre tutor, veterinário e pet.

Caso o tutor não queira cozinhar, tem sempre uma boa empresa próxima para ajuda-lo nesse assunto. 🙂

By | 2018-06-20T20:18:09+00:00 junho 20th, 2018|Alimentação natural|0 Comentários

Sobre o Autor:

Deixar Um Comentário

x

Cadastre-se para receber promoções

O Chef Bob tem informações e promoções exclusivas para quem se cadastra na sua lista. Cadastre-se a aproveite.