CONHEÇA NOSSO BLOG
26Maio
sintomas de ansiedade em cães

Sintomas de ansiedade em cães: você sabe como tratá-los? Confira!

Compartilhe!

E aí, amigo humano, tudo beleza? Aqui é o Bob! A ansiedade é um distúrbio que também pode afetar o seu doguinho. Pode decorrer de diversas causas: insegurança, distância dos tutores e medo, dentre outras. Então, se você já identificou algumas alterações no comportamento do seu amiguinho é bom ficar atento. Nesse artigo, falarei um pouco sobre os sintomas de ansiedade em cães mais comuns e o que pode ser feito para reduzi-los. Assim, seu doguinho poderá ter um convívio mais saudável e feliz. Boa leitura!

Quais são os sintomas de ansiedade em cães?

Existe uma extensa lista dos sintomas de ansiedade em cães. Veja os mais comuns:

  • salivação excessiva;
  • comportamento agressivo;
  • olhar fixo em direção a um ponto;
  • orelhas direcionadas para trás em sinal de submissão;
  • destruição de objetos;
  • frequência cardíaca elevada;
  • distração;
  • medo de barulhos;
  • perda de apetite;
  • latidos em excessivos;
  • tentativa frequente de fuga;
  • fazer xixi e cocô fora do lugar de costume;
  • respiração ofegante;
  • lambedura frequente das patas;
  • hiperatividade.

O que pode amenizar os sintomas de ansiedade em cães?

A identificação dos sintomas de ansiedade em cães deve ser feita por um veterinário. É importante que o profissional avalie o cãozinho antes que a ansiedade leve ao desenvolvimento de outras doenças, a exemplo da depressão canina.

No mais, os pais podem tomar algumas atitudes no dia a dia para melhorar o bem-estar do cãozinho. Abaixo, separei 3 que são bem fáceis e podem ser iniciadas hoje mesmo.

1- Crie uma rotina para os doguinhos

Uma das causas mais comuns dos sintomas de ansiedade em doguinhos é a falta de distração. Sabe quando você, humano, está meio entediado e isso te gera agonia? Algo bastante semelhante ocorre conosco, os cãezinhos. Sempre que estamos meio “sem ter o que fazer” aumenta nossa insatisfação.

A criação de rotina, nessa medida, se torna essencial para reverter esse processo. Por isso, você pode criar um horário dedicado às brincadeiras com seu doguinho. Isso estimula a mente do cãozinho e aumenta o consumo de energia. Os passeios em horários específicos também são uma boa solução!

2- Acostume-os a lidar com sua ausência

A ansiedade por separação em cães é bem comum. Em geral, ocorre quando um cãozinho é acostumado a passar muito tempo do dia ao lado do papai ou mamãe e quando um deles precisa se afastar o doguinho sente na pele. O rompimento parcial ou completo do vínculo produz muito sofrimento para os doguinhos.

Embora seja difícil, em outro artigo já falamos a respeito do que pode ser feito para deixar o cão sozinho em casa sem que isso represente uma preocupação.

3- Ofereça-os alimentação adequada

Os sintomas de ansiedade são psicológicos, no entanto também existe a chance de tornarem-se físicos. Então, para que isso seja evitado, ao notar que seu doguinho está entrando um processo de crise, reforce a alimentação. Veja se a comida disponibilizada para eles está de acordo com o porte, peso e idade. Além disso, verifique as especificações de nutrientes.

A saciedade propicia a sensação de bem-estar! Fique ligado.

Escolha o cardápio e as dietas do Chef Bob!

Gostou do artigo sobre os sintomas de ansiedade em cães? Separei um cardápio e planos de dietas infalíveis para melhorar a alimentação do seu cãozinho. Não perca tempo e faça o orçamento!

Em meu blog, veja os artigos que já preparei para você. Lá estão:

Até a próxima!

Lambeijos mil!

Posts Recentes Tags